Fantástico: Tesla tem o melhor lucro de um trimestre de sua história, diz Forbes

Economia Empresas Internacional
Publicidade

A Tesla superou as expectativas de analistas no balanço econômico do quarto trimestre, apesar de as despesas terem disparado. A gigante dos veículos elétricos liderada pelo homem mais rico do país e um dos maiores do mundo, Elon Musk.

FATOS PRINCIPAIS

Publicidade
  • A Tesla reportou US$ 24,32 bilhões em receita no quarto trimestre de 2022, um aumento de 37% em relação ao mesmo período do ano anterior e ficando acima dos US$ 24,16 bilhões previstos pelos analistas.
  • O lucro chegou a US$ 1,19 por ação, ou US$ 3,7 bilhões, superando em muito o consenso dos analistas de US$ 1,13 de lucro por ação.
  • As ações da Tesla subiram até 4%, para US$ 149, nas negociações após o expediente, antes de chegar a um ganho de 0,8%.
  • Apesar de superar as estimativas, o boletim da Tesla estava longe de ser perfeito: ele registrou sua pior margem de lucro bruto desde 2021, um aumento de 64% em seus custos operacionais ano a ano e uma queda trimestral de 49% no fluxo de caixa livre.
  • Em um comunicado que acompanha as finanças, a empresa prometeu navegar no “ambiente macroeconômico incerto” com “controle implacável de custos e inovação de custos”, colocando a culpa nas taxas de juros mais altas em quase duas décadas, graças aos aumentos implacáveis ​​do Federal Reserve, que Musk tem frequentemente criticado.
  • A ação subiu 34% no acumulado do ano e ganhou 0,4% hoje, depois de se recuperar para reverter uma queda das empresas de tecnologia mais ampla após o relatório de ganhos da Microsoft de ontem.
  • A Tesla reduziu os preços de seus carros em até 20% no início deste mês, em um movimento surpresa que os analistas do Morgan Stanley chamaram de “resposta à desaceleração da demanda incremental em relação à oferta incremental”, com a empresa relatando anteriormente entregas trimestrais de veículos que aquém de expectativas.
  • O relatório de hoje marca “um dos momentos mais importantes na história da Tesla e do próprio Musk”, declarou Dan Ives, analista da Wedbush, em uma nota de terça-feira, explicando: “A Tesla enfrenta uma situação macro mais sombria em 2023 com uma competição acirrada vindo de todos os ângulos” e Musk “lançou uma sombra sobre Tesla” graças ao “fiasco do Twitter”. Ives está se referindo à aquisição da empresa de mídia social por US$ 44 bilhões por Musk, finalizada em outubro, após seis meses em que muita roupa suja foi lavada em público.
  • Musk atuou como CEO do Twitter nos últimos três meses, embora tenha indicado que espera nomear um substituto em breve. Ações da Tesla despencaram quando Musk tirou US$ 22,9 bilhões em valor de suas ações na empresa para financiar seu acordo com o Twitter, embora tenha prometido não vender mais ações da Tesla por pelo menos mais dois anos.
  • Mas Musk reforçou seu compromisso com o Twitter hoje, mudando o nome de seu perfil no site para “Mr. Tweet” e admitindo as lutas para equilibrar a administração da gigante da mídia social e da Tesla, escrevendo “Não é possível para mim consertar todos os aspectos do Twitter em todo o mundo da noite para o dia, enquanto ainda comando a Tesla e a SpaceX, entre outras coisas.” GRANDE NÚMERO
  • US$ 467 milhões. Isso é quanto a Tesla recebeu em créditos regulatórios automotivos, cerca de 2% de todas as receitas. Os créditos, que a Tesla vende para outras montadoras abaixo das diretrizes federais de emissão, são um motor chave da lucratividade da empresa, já que a Tesla pode embolsar quase todas as vendas.

FORTUNA DE MUSK

A estimativa da Forbes é que a fortuna de Musk seja de US$ 160 bilhões, menos da metade do pico de US$ 320,3 bilhões de sua fortuna em novembro de 2021, quando as ações da Tesla caíram cerca de 65% – muito mais do que o declínio de 30% da Nasdaq, pesada em tecnologia, no mesmo período.

AÇÃO CONTA MUSK

Publicidade

Musk testemunhou no tribunal federal de São Francisco por cerca de nove horas esta semana como parte de uma ação civil que busca bilhões em danos por causa de seu infame tuíte de 2018 dizendo que ele garantiu financiamento para tornar a Tesla privada em US$ 420 por ação, fazendo com que as ações da empresa ganhassem 6% antes de cair drasticamente.

O bilionário disse que a associação do 420 com a maconha foi mera coincidência e testemunhou que acreditava que “estava fazendo a coisa certa” ao tuitar o que acreditava ser uma informação material não pública para beneficiar os investidores de varejo.

FATO SURPREENDENTE

Publicidade

Apenas 13,4% dos americanos têm uma visão favorável da Tesla, de acordo com uma pesquisa da Morning Consult no início deste mês, a menor favorabilidade líquida da empresa desde que a empresa de pesquisa começou a fazer o levantamento em janeiro de 2022, quando 28,4% dos entrevistados pensavam positivamente sobre a Tesla. Porém, não foi até o momento divulgado o motivo dessa opinião dos americanos sobre a empresa.