Moraes nega pedido de suspender posse de 11 deputados

Brasil Política
Publicidade

O ministro Alexandre de Moraes negou neste domingo (29), um pedido de suspensão de posse de 11 deputados federais.

Os deputados são acusados pelo ministro de supostamente estarem envolvidos com o ataque aos Três Poderes no dia 8 de janeiro na capital federal.

Publicidade

O pedido foi originalmente apresentado por um grupo de advogados que avaliaram que os deputados federais eleitos em questão estariam ligados aos atos do início do mês, que depredaram as sedes do Executivo, Legislativo e do Judiciário.

São alvos os deputados eleitos Nikolas Ferreira (PL-MG), Silvia Waiãpi (PL-AP), Carlos Jordy (PL-RJ), Luiz Ovando (PP-MS), Marcos Pollon (PL-MS), Rodolfo Nogueira (PL-MS), João Henrique Catan (PL-MS), Rafael Tavares (PRTB- MS), André Fernandes (PL-CE), Sargento Rodrigues (PL-MG) e Walber Virgolino (PL-PB).

O grupo de advogados alega que os deputados teriam incitado, por meio de postagem em redes sociais, os atos violentos contra as sedes dos Três Poderes da República.

Publicidade