Taxa para MEI irá ter reajuste de 15% no próximo mês, medida afetará 14 milhões de pessoas

INSS
Publicidade

Em fevereiro, os microempreendedores individuais (MEI) deverão ficar atentos à taxa cobrada referente à contribuição dada para a Previdência. O valor passará por um reajuste para acompanhar o novo salário mínimo que vem com aumento vai ser de R$ 1.320 neste ano. Saiba quando o microempreendedor pagará com o reajuste?

No Brasil atual, há mais de 14 milhões de MEIs cadastrados. Todos estes serão afetados diretamente com a decisão do reajuste. Conforme já havia sido estabelecido, os cidadãos deverão pagar mensalmente cerca de 5% do salário mínimo para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) enquanto que para os caminhoneiros a porcentagem será de 12%.

Publicidade

Saiba mais nessa matéria sobre os valores alterados.

Imagem reprodução

Qual será o valor do reajuste da taxa do INSS?

Segundo o Orçamento Geral da União (OGU), a taxa cobrada para MEIs sofrerá reajustes a partir de fevereiro, em seguida o aumento de 8,91% do valor do salário mínimo. Resumindo, os boletos que vencerem no dia 20 de janeiro permanecerão com o mesmo valor cobrado anteriormente, de R$ 60,60.

Por outro lado, os vencimentos a partir de 20 de fevereiro serão repassados com a nova taxa, subindo para R$ 66 para os contribuintes da Previdência Social. Já para os caminhoneiros, o valores mudam ainda mais, pois vale lembrar que a contribuição feita por esta classe já era superior às demais, antes mesmo da mudança que entrará em vigor.

Publicidade

Sendo assim, os caminhoneiros deixarão de contribuir com R$ 145,44 e passarão a pagar R$ 158,40 para o INSS. A mudança ainda é efetiva, visto que permanece aguardando pela edição da medida provisória, que garante o aumento do salário para R$ 1.320.

A a decisão que irá definir o futuro da taxa a ser paga deve ser tomada nos próximos dias, mesmo que o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, já tenha garantido que o pagamento acontecerá normalmente.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *