Empresário que chamou Randolfe de “Gazela” é solto após fiança de 60 mil; ainda terá de ficar 200 metros de distância do parlamentar

Brasil
Publicidade

O empresário Júlio Farias, que segundo o senador Randolfe Rodrigues, o ofendeu de “Gazela vagabunda, nojenta”. Ele deixou a prisão nesta sexta-feira, 23, após pagar uma fiança equivalente a 50 salários mínimos, totalizando mais de R$ 60 mil.

Farias foi preso em flagrante por ter um silenciador para fuzil, comprado na internet, sem autorização legal.valor foi fixado em audiência de custódia.

Publicidade

Além da fiança foram imposta pela Justiça Federal séries de medidas a serem cumpridas: ele terá de se apresentar em juízo mensalmente, todo dia 24 e está proibido de mudar e residência, sem prévia autorização judicial, ou de se ausentar por mais de oito dias, sem comunicar o lugar onde será encontrado, sob pena de quebramento da fiança.

A prisão de Farias foi executada nesta quinta-feira, 22, durante o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão contra o empresário, que mora em Macapá.

Durante as diligências, a PF apreendeu dez armas de fogo, dentre fuzil, espingardas, revólver e pistolas, além de 3.153 munições de diversos calibres.

Publicidade

As ordens foram expedidas pela 12ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, que ainda suspendeu o porte e posse de armas registradas em nome do empresário. O juízo ainda determinou que o investigado mantenha distância mínima de duzentos metros do parlamentar.

As medidas foram decretadas a pedido da Polícia Legislativa do Senado Federal. O órgão apontou ‘fortes indícios de ameaça e crimes contra a honra’ de Randolfe.

As apreensões e suspeitas que recaem sob Farias foram citadas na decisão que liberou o empresário, mediante pagamento de fiança. Segundo a Justiça Federal, a ‘prática, em tese, dos delitos que motivaram a diligência na casa do custodiado, associada à posse de armas de fogo e acessórios, tornam a periculosidade do custodiado mais evidente’.

Publicidade

Com textos destes blog e informações do Portal Terra.

1 thought on “Empresário que chamou Randolfe de “Gazela” é solto após fiança de 60 mil; ainda terá de ficar 200 metros de distância do parlamentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *