Derrotado nas eleições, Augusto Botelho é escolhido para ser secretário no governo Lula

Política
Publicidade

O advogado Augusto de Arruda Botelho foi anunciado como novo secretário nacional de Justiça do futuro governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O anúncio foi feito pelo futuro ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB), nesta terça-feira (20).

O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede do governo de transição, em Brasília.

Em suas redes sociais, Botelho escreveu que aceitou o convite “honrado e emocionado” e agradeceu ao futuro ministro.

“Recebi – e aceitei honrado e emocionado – o convite para ser o novo Secretário Nacional de Justiça. Agradeço imensamente a confiança do futuro ministro. Muito trabalho pela frente!”, escreveu Botelho em rede social.

Ex-presidente do Instituto de Defesa do Direito de Defesa, Augusto Botelho já advogou para a empreiteira Odebrecht.

Em tempo:

Publicidade

Augusto de Arruda Botelho tentou uma vaga no congresso nas eleições de 2022, mas o número de votos não foi suficiente para encher um ônibus, teve só 40 mil votos em SP; ele tinha dito “te vejo no Congresso” para Deltan Dallagnol, que se elegeu no PR com 344 mil votos.

No Twitter, após a derrota, o advogado agradeceu aos seus eleitores: “Não estarei no Congresso Nacional, mas continuarei na luta diária para a construção de um país melhor”.

Em junho (ver abaixo), Arruda Botelho se envolveu em uma discussão com Deltan Dallagnol na rede social. “Eu não tinha nenhuma pretensão política até o candidato que você ajudou a eleger [referência a Jair Bolsonaro] acabar com o país. (…) Te vejo no Congresso”.

Publicidade

No Twitter o advogado comemorou a escolha para ser Secretário Nacional de Justiça no futuro governo Lula:

Com informações do Gazeta Brasil e informações do Blogpaulogustavo.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *