Agora: PF prende empresário que chamou Randolfe de “Gazela Saltitante”

Brasil
Publicidade

A Polícia Federal (PF), em uma ação conjunta com a Polícia Legislativa do Senado, prendeu na manhã desta quinta-feira (22) em Macapá, o empresário investigado por fazer ameaças ao senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O homem preso, identificado como Julio Farias, seria dono de uma rede de postos de combustíveis no Amapá

Segundo informações preliminares, ele foi preso em flagrante pelos agentes federais e policiais do Senado por causa de um silenciador para fuzil que teria sido comprado ilegalmente. Por ser considerado de uso restrito, o item é vedado pelo Estatuto do Desarmamento. Ele também tinha em sua residência , segundo a PF, 10 armas, incluindo um fuzil, duas espingardas, um rifle, um revólver e cinco pistolas semiautomáticas, e 3,1 mil muniçõeS.

Publicidade

Os dois mandados de busca e apreensão foram expedidos pela juíza federal Pollyanna Kelly Maciel Medeiros Martins Alves, da 12ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, em inquérito instaurado em novembro pela Polícia Legislativa do Senado, a pedido de Randolfe. Ele disse ter sido ameaçado pelo empresário por meio das redes sociais.

Em uma publicação de novembro, o empresário teria escrito: “Ô, gazela, eu vou te avisar uma coisa: o dia que eu me encontrar contigo e tu falar para mim ‘perdeu, mané’, tu vai cair na porrada. Vagabunda, nojenta”.

As informações são da revista OESTE

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *