Perseguida por todos os lados: Globo rotula Cassia Kis como “bolsonarista radical”

Televisão
Publicidade

Apoiadora do presidente Jair Bolsonaro (PL), Cassia Kis participou das manifestações do último domingo (6). A última edição do Fantástico abordou rapidamente a manifestação que vem acontecendo em todo o país. Sem citar o nome da atriz da própria empresa, classificou as pessoas que foram ao local como “bolsonaristas radicais”

 

Publicidade

Por outro lado a apresentadora da revista eletrônica da Globo, Poliana Abritta disse: “No Rio, bolsonaristas radicais fizeram hoje [domingo] um ato de caráter golpista”. Na sequência, entraram imagens do protesto, com narração da jornalista.

“Eles se concentraram em frente ao Palácio Duque de Caxias, sede do Comando Militar do Leste. Os manifestantes usaram um carro de som e levaram faixas e placas. Eles pediam intervenção das Forças Armadas contra o resultado democrático das eleições para presidente”, informou o Fantástico.

A atriz de Travessia carregou uma imagem de Nossa Senhora Aparecida e fez orações no protesto que pedia intervenção do Exército Brasileiro no sistema político, o que é inconstitucional. Ela usava uma camiseta com as palavras “aborto, não”.

Publicidade

A atriz Cassia Kis tem causado problemas na Globo ao se manifestar de forma preconceituosa em entrevistas e demonstrar comportamentos problemáticos nos bastidores.

A atriz anda sendo perseguida também pelos colegas de emissora, o site Notícias da TV noticiou recentemente que os artistas da Rede Globo apresentaram um compliance e levaram até à direção da emissora, entre as denúncias, estão situações supostos relatos de homofobia dentro e fora do ambiente de trabalho, além de comportamento inadequado nos bastidores de Travessia e da série Desalma, do Globoplay. A emissora afirmou que irá investigar as situação.

Além dos processos internos na empresa para a qual trabalha, Cassia Kis é alvo de ações judiciais. O Grupo Arco-Íris, movimento que defende causas LGBTQIA+, protocolou na Justiça do Rio de Janeiro uma ação contra atriz sob a alegação de que ela foi homofóbica –eles pedem R$ 250 mil de multa e uma retratação pública.

Publicidade

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *