“Perdi duas clientes porque não aceitaram meu voto em Lula”, diz diarista

Política
Publicidade

A diarista Tânia Monteiro, 46, comemorou a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas urnas tão logo soube do resultado final das eleições. Na noite de 30 de outubro, ela publicou em seu status no WhatsApp uma foto do presidente Jair Bolsonaro (PL) com a boca cheia de capim—uma crítica a um vídeo de 2018 em que o mandatário oferece relvas a eleitores petistas.

Cerca de 30 minutos depois, uma cliente respondeu à mensagem dizendo que não precisava mais dos serviços de Tânia. Mais tarde, a irmã dessa freguesa também dispensou os cuidados com sua casa.

Publicidade

A diarista contou ao UOL que ficou surpresa e até tentou argumentar com as irmãs, mas uma delas já a havia bloqueado no aplicativo. Para a outra, apenas disse que “já tinha entendido” o que havia acabado de acontecer, em referência à discordância política por ter votado no Lula.

Faz o L.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *